sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Monumento à "sapatada"

Uma escultura de bronze no formato de um sapato gigante foi construída em Tikrit, cidade de Saddam Hussein, a 180 quilômetros de Bagdá, para homenagear o jornalista iraquiano Muntazer al-Zaidi que atirou os sapatos contra o ex-presidente dos Estados Unidos George W. Bush, e o chamou de "cachorro" durante um coletiva no encerramento da vista do ex-presidente ao Iraque no ano passado. A escultura tem três metros de altura e foi criada pelo artista iraquiano Laith al-Ameri.

O sapato de bronze, dentro do qual uma árvore foi plantada, está no jardim de uma fundação que cuida de crianças órfãs, cujos pais morreram vítimas da violência no Iraque. O fundador da organização, Shaha al-Juburi, garantiu que a obra não tinha qualquer apoio ou ligação com partidos ou movimentos políticos. Fatin Abdul Qader, diretora do orfanato, disse que o monumento foi entitulado de "estátua de glória e generosidade". "Essa estátua é uma pequena expressão de nosso apreço por Muntazer al-Zaidi, porque os corações iraquianos foram confortados pela sua atitude", disse ela. 

Na base da escultura, foi colocada uma inscrição em homanagem ao jornalista autor da sapatada. "Muntazer: jejum até que a espada rompa sua rapidez com sangue; silêncio até nossas bocas falarem a verdade".
 
Al-Zaidi está preso desde o dia em que atirou os sapatos em Bush. O então presidente americano, no entanto, conseguiu desviar e não foi atingido. Assista ao vídeo abaixo:


3 comentários:

Vivi disse...

ehehehehhhhhhhhh.... essa foi otima... a-d-o-r-e-i. Onde ce tava?
bjkssss

[camille paixão] disse...

surpreendente homenagem.
o único problema é que ele não conseguiu acertar nenhuma das duas sapatadas...rsrs.

parabéns pelo post.

bom fim de semana.
bjO=]

Mônica disse...

Minha querida: desculpa o sumiço. Ainda não linkei esse seu Blog, mas vou providenciar isso agorinha mesmo!Olha, Helena, tenha uma linda semana e muitos beijos em seu coração. Môni.