terça-feira, 28 de abril de 2009

A imprensa e a Gripe Suína

Menino de 4 anos parece ser a chave na pesquisa da epidemia de gripe suína.

Estou me sentindo meio dividida em relação à gripe suína. De um lado há quem diga que não é motivo para tanto alarme, amigos meus que moram nos EEUU dizem que o dia a dia não mudou e há muita tranqüilidade entre as pessoas. Na Europa a situação parece a mesma. As pessoas estão tocando suas vidas normalmente, claro que estão atentas e procurando se informar, mas muito longe do pânico.

E é aí que entra o papel fundamental da imprensa, a ética, que é informar imparcialmente, sem omitir nem aumentar os fatos, esclarecendo a população sobre as medidas que devem ser tomadas e cada um fazendo o que for necessário para evitar uma maior contaminação. E toda a nossa tecnologia? Deve servir afinal para desenvolver vacinas e remédios que sejam poderosos e que possam conter o vírus num tempo razoável.

Por outro lado, há matérias também que fazem até comparações com a gripe espanhola onde morreram milhões de pessoas, sem ser considerado que isso aconteceu em outro tempo e geografia. As circunstâncias agora são outras, podem até ser piores, mas são OUTRAS. Se a imprensa não se mantiver profundamente ÉTICA neste momento, isso fará com que pessoas deixem de tomar decisões, cancelem viagens, negócios, atividades de lazer, criando o caos.

Nesse momento tão importante para todos, espero que a imprensa resgate seu verdadeiro papel, já tão esquecido por alguns que sequer se importam com as conseqüências de suas práticas, e abandonem seus vícios gananciosos: VENDER, popularidade, irresponsabilidade, privilégios, disputas. TUDO fica muito pequeno perto do momento que vivenciamos agora. Neste momento, é a imprensa quem vai direcionar a situação pois detém o poder da informação, tem capacidade de transformar nossa vida num caos ou criar uma população atenta que faça o que for necessário para se ajudar e às outras pessoas, mas que não entre em pânico. Com sensacionalismos não se vai chegar a lugar algum. Muita calma e cautela nessa hora!

Uma matéria muito importante e que parece ter sido ignorada pela imprensa em geral, é o caso do menino de 4 anos Edgar Hernández Hernández morador na pequena cidade de La Gloria no estado de Vera Cruz (México) que apesar de ter sido contaminado pela gripe, sobreviveu. Ele parece ser a chave para o entendimento de todo o processo da gripe suína, afinal uma luz no fim do túnel. Confiram no link abaixo.

Foto: Menino de 4 anos Edgar Hernández Hernández morador na pequena cidade de La Gloria no estado de Vera Cruz noMéxico (Alexandre Meneghini/AP).

Nenhum comentário: